Turismo português na África do Sul cresceu 19,6% em 2012

No ano passado, o número de turistas portugueses que visitaram a África do Sul cresceu 19,6% face a 2011, atingindo os 48.210 turistas, informou ontem o Gabinete de Promoção Turística da Embaixada da África do Sul em Lisboa. Apesar da forte subida registada nas visitas de turistas portugueses, o país está longe dos números apresentados por outros países da Europa, que foi a maior fonte emissora de turistas para a África do Sul, com um total de 1.396.978 visitantes, subida de 9,5% face ao ano anterior. A nível europeu, o destaque vai para países como o Reino Unido, que se manteve como o principal mercado emissor de turistas para a África do Sul, com um total de 438.023 turistas, subida de 4,2% face a 2011, seguindo-se os EUA como segundo mercado, tendo sido contabilizados 326.643 turistas norte-americanos, acréscimo de 13,6%. O top dos três principais mercados emissores para a África do Sul é completo pela Alemanha, com 266.333 turistas, subida de 13% face a 2011, seguindo-se a China, com 132.334 turistas, naquela que é a maior subida apresentada pelos principais mercados emissores para o país, com um crescimento de 55,9% face ao ano anterior. Já a França foi o quinto mercado para a África do Sul em 2012, com um total de 122.244 turistas, acréscimo de 16%. No total, a África do Sul recebeu, em 2012, 9.188.368 turistas internacionais, mais 10,2% do que no ano anterior, o que corresponde a mais do dobro do crescimento atingido pelo turismo internacional no ano passado, que foi de 4%, de acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT). I.M.