Turismo de saúde e bem-estar diversifica oferta de Macau

Bob McKercher, professor da Faculdade de Gestão Hoteleira e Turística da Universidade Politécnica de Hong Kong, referiu que Macau deve apostar mais no turismo de saúde e bem-estar.

Numa Conferência de Estudantes de Educação para o Turismo, o académico que falava sobre o tema “Produtos, mercados e tendências emergentes”, lembrou que o segmento de turismo de saúde e bem-estar é já uma indústria de 100 mil milhões de dólares e um crescimento anual na ordem dos 25 por cento. Estes são os números que resumem o impacto do turismo de saúde e bem-estar, uma área que proporciona um leque de serviços que vão desde massagens, cirurgia a laser e odontologia até intervenções mais invasivas. Uma alternativa para a diversificação económica de Macau, defende McKercher.