Turismo sustentável no Côa é tema de fórum

“Turismo Sustentável no Côa: que futuro?” é tema de um fórum que terá lugar na próxima segunda-feira no auditório do Museu de Arte e Arqueologia do Vale do Côa, realizado em parceria entre a Fundação Côa Parque e a RIPTUR – Rede dos Institutos Superiores Politécnicos Públicos com cursos de turismo.

O evento tem como objectivos promover a reflexão sobre o papel do turismo sustentável para o desenvolvimento e a coesão territorial e social do país, combinando as dinâmicas da formação, da investigação, da cooperação, do ordenamento e do património, aumentar o conhecimento sobre a região do Vale do Côa, mapeando os seus desafios e oportunidades, através da identificação e partilha de boas práticas, experiências e modelos de gestão integrada do território, bem como potenciar a identidade dos territórios do Côa associada ao seu património natural e ambiental, estimulando o desenvolvimento de contextos e práticas turísticas sustentáveis.

Modelos de gestão integrada para um turismo sustentável, o turismo como factor de valorização do património classificado, e oportunidades e desafios para o turismo no Vale do Côa: Perspectivas empresariais, formação e cooperação são os temas que estarão em debate e que contarão com as presenças das secretárias de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Célia Ramos e Maria Fernanda Rollo. A sessão de encerramento será presidida pelo ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes.

Ainda durante os trabalhos será assinado o contrato de financiamento do projecto “Valorização turística do Museu e Parque Arqueológico do Vale do Côa, Património da Humanidade”, na presença da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, e do presidente da Fundação Côa Parque, Bruno Navarro.

As inscrições para participação na sessão devem ser feitas até esta sexta-feira para o  email: evelinepereira@arte-coa.pt ou através dos números de telefone 279 768 263 ou 965 778 777.