Turistas no Algarve: Maioria quer regressar e quase todos recomendam o destino

A quase totalidade dos turistas que visitam o Algarve (98%) faz uma avaliação positiva do destino, com a grande maioria a afirmar que quer regressar e mais de 90% a antecipar que vai recomendar o destino. Praia, clima, gastronomia e população, são atributos que justificam a satisfação dos turistas.

As conclusões são do estudo “O perfil do turista que visita o Algarve”, realizado para a Região de Turismo pela Universidade do Algarve, com o objectivo de conhecer e compreender as características, preferências e comportamentos dos turistas que visitaram a região em 2016.

O estudo analisou as opiniões dos turistas ditos tradicionais e dos turistas residenciais, alojados em qualquer uma das diferentes zonas da região e viajando dentro ou fora da época alta – e as opiniões não são muito diferentes, sendo a satisfação generalizada.

No total, 95% dos turistas tradicionais que estiveram no Algarve em 2016 tem a intenção de recomendar o destino aos seus amigos e familiares, valor que sobe para 96% entre os turistas residenciais. Dentro deste último grupo, 80% têm intenção de voltar, enquanto entre os turistas tradicionais são 66% os que querem regressar. Números que levam o estudo a concluir que “mais de três quartos dos turistas são fiéis ao destino”.

A afinidade dos turistas com a região é grande, embora seja mais evidente nos turistas residenciais, o que leva o estudo a concluir que ambos os tipos de turistas “constituem-se como excelentes embaixadores do Algarve”. O que o estudo também conclui é que “são os turistas que viajam em Julho/Agosto que maior afinidade revelam com o destino”.

Os turistas residenciais permanecem, em média, 12,6 dias no Algarve, sendo que a grande maioria já conhecia a região (87%) e visita-a pelo menos uma vez por ano (49%), partilhando as suas férias nas redes sociais (48%). Para além da casa própria, utilizam o arrendamento privado (47%) reservado maioritariamente online (61%), no Booking.com (23%) ou no AirBnb (28%). Quanto à origem destes turistas, 42% são nacionais, 19% britânicos e 8% franceses.

Já os turistas tradicionais alojam-se maioritariamente em hotéis (53%) ou resorts (34%) por 8,9 dias. Uma procura maioritariamente estrangeira (79%) justifica a deslocação por via área (68%). Também estes turistas são habituais na região (74%), com 39% destes a visitarem a região uma vez por ano e 33% a fazê-lo ocasionalmente. Estes turistas vêm sobretudo de Portugal (21%), Reino Unido (25%) e Alemanha (11%).

Cada visitante faz um gasto médio de 136€ por dia, gerando uma receita estimada de 1400€ por turista, e escolhe prioritariamente as zonas de Albufeira (42%), Loulé (12%) e Portimão (12%), concelhos que concentram também 50% do turismo residencial.