Turistas procuram cada vez mais reservas florestais e de recreio dos Açores

Mais de 200 mil pessoas visitam anualmente quatro das 27 Reservas Florestais de Recreio existentes nos Açores, usufruindo da paisagem e da vertente lúdica que estes espaços de convívio possibilitam, estima a Secretaria Regional da Agricultura e Florestas.

As Reservas Florestais de Recreio nos Açores, que ocupam no total mais de 600 hectares, são espaços arborizados que aliam à dimensão paisagística e ambiental a vertente lúdica e de convívio entre diferentes gerações.

De acordo com os dados de um inquérito realizado pela primeira vez este ano pela Direção Regional dos Recursos Florestais, durante 15 dias, nos meses de Maio e Junho, passaram por quatro Reservas Florestais de Recreio localizadas nas ilhas de S. Miguel, Terceira e Faial cerca de 12 mil pessoas, das quais 54% residentes no arquipélago e 44% turistas nacionais e estrangeiros.

A Reserva Florestal de Recreio do Monte Brasil, na Terceira, que ocupa uma área de 63 hectares, surge em destaque neste inquérito, estimando-se que receba 78% do total de visitantes por ano das quatro reservas em análise.

A segunda Reserva Florestal de Recreio com maior procura entre as quatro onde decorreram os inquéritos foi a mata ajardinada do Pinhal da Paz, em S. Miguel, estimando-se que esta Reserva Florestal com 49 hectares receba, ao longo do ano, 15% do total de visitantes.

As Reservas Florestais de Recreio do Capelo, no Faial, e do Cerrado dos Bezerros, em S. Miguel, recebem durante o ano, no conjunto, 7% do total dos visitantes.