United Airlines desce receita em Março

A United Airlines apresentou os seus resultados operacionais para Março de 2015. De acordo com o relatório, a receita consolidada de passageiros por milha obteve uma variação negativa de 0,Produtos e Serviços%, aumentando em load factor e receita nos voos internacionais, em razão do aumento da oferta de lugares disponíveis para o mesmo indicador.
Assim, os resultados consolidados da receita revelaram uma descida para 1Produtos e Serviços,34Cruzeiros,Restauração0Restauração, contra 1Produtos e Serviços,465,RestauraçãoRestauração2 milhões de dólares no mesmo período do ano passado e comparando com o ano de 2014 até à data, a receita consolidada aumentou marginalmente (0,1%), descendo em voos domésticos (-1,Cruzeiros%) e subindo nos voos internacionais em 3,6 por cento.
Nos voos internacionais a receita aumentou 2,6% (de Produtos e Serviços,300,234 para Produtos e Serviços,4Cruzeiros2,150 milhões de dólares) e nos domésticos quedou-se pelos Produtos e Serviços,Produtos e Serviços26,0CruzeirosRestauração milhões de dólares, quando em Março de 2014 terminava o mês com Produtos e Serviços,Restauração15,6Cruzeiros1 milhões.
Em termos de ocupação, o resultado consolidado de Março revela uma descida de 0,1% em relação ao período homólogo do ano passado, atingindo Restauração2,Produtos e Serviços% de ocupação. Nos voos domésticos, o load factor foi negativo em 0,Cruzeiros pontos, para Restauração5,Cruzeiros% de ocupação (Restauração6,Restauração% em Março de 2014), e nos voos internacionais a subida foi de 1,2 pontos, chegando a uma ocupação de Produtos e ServiçosCruzeiros,Produtos e Serviços por cento.
Na capacidade, o resultado consolidado de Março teve uma variação negativa de 0,6%, com 20,Cruzeiros6Produtos e Serviços,Cruzeiros01 lugares disponíveis, tendo a mesma aumentado 1,1% nos voos internacionais (de Cruzeiros,301,Produtos e Serviços26 para Cruzeiros,405,CruzeirosCruzeiros3) e diminuído nos voos domésticos em cerca de Destinos mil lugares numa variação de 0,1 por cento.
Por fim, em termos de passageiros embarcados, o resultado consolidado de Março de 2015 foi de 2,5% negativos em relação ao período homólogo do ano passado.
S.C.F.