Universidade Europeia lança formação executiva a pensar no mercado de trabalho

O Executive Master in Strategic Tourism & Hospitality que a Universidade Europeia lançou oficialmente esta segunda-feira, em Lisboa, a bordo do MSC Magnifica, está pensado para responder às necessidades do mercado, está alicerçada nas empresas e conta com o apoio das diferentes associações empresariais do sector, conforme foi evidenciado na cerimónia.

A iniciativa contou com a presença dos principais players do turismo e entidades do sector que fazem parte da Comissão de Honra que vai monitorizar o desenrolar desta formação executiva, que terá início em Outubro e vai decorrer durante nove meses, nas instalações da Universidade Europeia.

Universidade Europeia promete desenvolver um programa alinhado com aquilo que se faz de melhor a nível internacional, com um corpo docente constituída por altos quadros que aliam a excelência académica à realidade empresarial.

De acordo com Gabriela Silva Marques, coordenadora científica da formação, este master “é inovador porque está desenhado para que os alunos possam intervir com eficácia nos novos conceitos de turismo”.

Os representantes das diversas associações empresariais que usaram da palavra na cerimónia realçaram a pertinência desta formação, já que corresponde aos seus anseios, tendo lembrado que, com o crescimento do turismo que se está a verificar em Portugal, há cada vez mais escassez de profissionais. A necessidade da valorização das profissões do turismo foi igualmente tema das intervenções.

Vocacionado para os novos contextos sócio-económicos do mercado turístico e hoteleiro nacional e internacional e inspirado na visão de um turismo de qualidade, o Executive Master in Strategic Tourism & Hospitality é dirigido a recém-licenciados e a profissionais do sector ou de outras actividades que pretendam desenvolver uma carreira nas áreas do turismo e da hotelaria.

O programa está alinhado com a metodologia PBL (Problem Based Learning), centrado na resolução de casos reais, nacionais e internacionais. Inclui uma componente Lab, onde os participantes, com o apoio das empresas parceiras, desenvolvem as competências adquiridas nos módulos do programa para intervirem com impacto em qualquer organização (Laboratório de Impacto Empresarial) e concretizam ideias inovadoras, com o apoio da Startup Lisboa (Laboratório Startup).

Pedro Machado, presidente da Entidade Regional do Turismo do Centro de Portugal, é o patrono da formação, cuja coordenação científica é assegurada por Gabriela Silva Marques – doutorada em Turismo e especialista em Comportamento Organizacional, e por Sérgio Guerreiro, chairman do Market Intelligence Group da European Travel Comission e vice-Chairman do Comité de Turismo da OCDE.