“Vê Portugal – 3º Fórum de Turismo Interno” pode chegar aos 500 participantes

Marcada para os dias 29 a 31 de Maio no Convento São Francisco, em Coimbra, a 3ª edição do Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal” conta já com um número recorde de inscrições, sublinhou esta terça-feira Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, na apresentação do evento em Lisboa, em que se fez acompanhar da vereadora do Turismo da Câmara Municipal de Coimbra.

O “Vê Portugal” traz este ano um novo posicionamento que é também, segundo Pedro Machado, “uma nova página que queremos abrir”. Esta “nova página” tem a ver com o “grande foco que a região Centro quer colocar na estruturação e no posicionamento do produto MI” e com o lançamento, este ano, como é objectivo da Entidade Regional de Turismo, do Convention Bureau de Coimbra Centro de Portugal que vai ficar instalado no recém inaugurado Centro de Congressos do Convento São Francisco de Coimbra, local onde se irá realizar o Fórum.

Será por força deste novo posicionamento do “Vê Portugal” no turismo de negócios, congressos e eventos que, segundo Pedro Machado, o evento conta já com “números recorde”. “Neste momento posso garantir que estamos com 200 inscrições confirmadas”, o que de acordo com o responsável “faz prever que esta edição possa chegar às cinco centenas de participantes”. Se tal vier a acontecer, o “Vê Portugal” será “a maior organização de discussão de turismo em Portugal, à excepção do Congresso da APAVT que é o que junta mais congressistas”.

Relativamente ao programa da edição de 2016 do Fórum de Turismo Interno, Pedro Machado destacou algumas das temáticas e oradores, a começar pela participação da presidente da ICCA no painel que marca o novo posicionamento do Fórum e se subordina ao tema “Turismo de Negócios / MI” e por responsáveis do INE e do departamento de estatísticas do Banco de Portugal que irão intervir no painel “O Valor da Informação no Turismo”.

Outro dos painéis destacados pelo presidente da Turismo Centro de Portugal foi o que versa sobre “Sazonalidade, Baixo índice de Permanência, Litorização Turismo – Soluções à vista?

Porque nos últimos anos “a tutela tem-se virado mais para a promoção internacional” e “não tem dado a atenção devida ao turismo interno” torna-se “necessário”, afirma Pedro Machado, alertar o governo para esta realidade. O 3º Fórum do Turismo Interno vai poder fazê-lo, uma vez que contará com as presenças do ministro da Economia e da secretária de Estado do Turismo.