Venda de viagens online no mercado ibérico gera 10 mil milhões de euros

A conclusão é do relatório “Comércio Electrónico de Viagens em Espanha e Portugal” publicado pela Informa D&B, onde se prevê igualmente que este número cresça 9% este ano. De acordo com o relatório, a facturação agregada dos sítios Web de venda de viagens com conteúdos específicos para Espanha e Portugal alcançou, o ano passado, os 9.730 milhões de euros, +5,6% que em 2012, um aumento que é explicado pela “progressiva transferência de clientes dos canais tradicionais para o online”. Em Espanha, os portais Web viram crescer o seu negócio 5,8% para 8.535 milhões de euros, enquanto as vendas em Portugal aumentaram 4,8% para 1195 milhões. As receitas geradas pelas companhias aéreas através de sites próprios situaram-se nos 4.049 milhões de euros no mercado ibérico, + 2,4% do que no ano anterior, representando 41,6% da facturação total. Já o negócio realizado pelas agências virtuais aumentou 7,3% para 3.390 milhões de euros, representando 34,8% da facturação total. “O restante mercado ibérico de viagens online repartiu-se entre cadeias hoteleiras (10,9%), empresas ferroviárias (5,2%), agências de viagens tradicionais (4,8%) e empresas de rent-a-car (2,7%)”, diz o estudo. Para este ano, o estudo prevê um aumento de 9% com as receitas da venda de produtos turísticos dos sítios web com conteúdos específicos para Espanha e Portugal a ascenderem a 10.590 milhões de euros. Em Espanha, o crescimento esperado é de 9% para um volume de negócios a rondar os 9.300 milhões de euros, enquanto em Portugal a subida deverá ser de 8% para 1.290 milhões. M.F.