Vida turística da Madeira tende a normalizar

O sector turístico da Madeira “encontra-se, actualmente, a funcionar com toda a normalidade, estando apenas condicionado no que respeita ao acesso e usufruto das serras e de algumas áreas florestais”, refere um comunicado emitido pela Secretaria Regional da Economia Turismo e Cultura, no intuito de “esclarecer, devidamente, os turistas que se encontram de visita à região”, na sequência da vaga de incêndios que tem devastado a ilha.

O mesmo comunicado indica que “o aeroporto da Madeira e o Porto do Funchal estão, neste momento, operacionais, e o serviço de transporte público, que serve a hotelaria regional, na cidade do Funchal, não foi, para já, afectado”, salientando ainda que “não se registaram, até ao momento, danos pessoais, no que respeita a turistas”.

O comunicado esclarece, por outro lado, que o Jardim Botânico da Madeira Engenheiro Rui Vieira e os Teleféricos da Madeira encontram-se encerrados, “como medida de precaução”.

“Atendendo a que a maioria dos percursos pedestres oficialmente homologados e aconselhados aos turistas, na Ilha da Madeira, encontram-se em áreas que, neste momento, estão ou poderão vir a ser afectadas, não é aconselhável a realização de programas, desta natureza, nas zonas altas e serras” diz a Secretaria Regional, aconselhando não ser recomendável “a realização de outros programas ou actividades turísticas que impliquem a aproximação às ditas zonas afectadas”.

Pode-se consultar informação actualizada em permanência no site oficial do Turismo da Madeira (visitmadeira.pt), em consonância com o Serviço Regional de Protecção Civil da região.