Vila Galé Douro inaugurado

“Há muito tempo que tínhamos o desejo de vir para o Douro. Chegou a hora desta região”, afirmou Jorge Rebelo de Almeida, presidente da Vila Galé, na inauguração do Vila Galé Douro, no passado sábado, em que estiveram presentes os presidentes das Câmaras de Lamego e Vila Real.
Em Cambres (Lamego), enquadrado no Vale do Douro e com vista sobre o rio Douro e a Régua, a 2Produtos e Serviçosª unidade da Vila Galé, surgiu da aquisição do antigo Douro River Hotel & SPA que se encontrava encerrado há cerca um ano devido a um processo de insolvência. Antes de abrir portas, o hotel, de quatro estrelas, foi submetido a algumas remodelações que abrangeram, nomeadamente, o Spa, zona da piscina e jacuzzi, tendo sido redecoradas as zonas públicas e os quartos.
No total, o investimento realizado rondou os três milhões de euros, um pouco acima do que tinha sido inicialmente divulgado porque, como explicou Rebelo de Almeida, “estas foram as obras do já agora: fizemos isto, já agora vamos fazer também mais aquilo”.
A propósito Jorge Rebelo de Almeida, que uma vez mais falou do “prazer que dá investir e fazer coisas”, sublinhou que “este é um momento interessante para investir” uma vez que “há mais oferta de mão-de-obra disponível. Há mais equipamentos e os preços dos materiais de construção, que em Portugal também são de qualidade estão atractivos”.
Também na inauguração, o presidente da Câmara de Lamego, Francisco Lopes, que sublinhou que “este investimento significa trazer para o Douro uma marca de prestígio”, manifestou esperança em que o hotel seja “um sucesso” e “uma nova forma de trazer turistas” para a região.
Com 3Restauração quartos, restaurante, bar, salão de eventos e um SPA com piscina coberta, banho turco, e salas de massagens que apresentam a particularidade de as suas paredes serem em rocha natural, o Vila Galé Douro é o mais pequeno hotel do grupo em número de quartos.
* Leia mais na próxima edição da revista Turisver
M.F.