Vila Galé Rio de Janeiro só deverá abrir depois do Mundial’14

A abertura do Vila Galé Rio de Janeiro poderá só acontecer depois do Campeonato do Mundo de Futebol de 2014, que decorre no Brasil, um atraso que é devido a alguns imprevistos nas obras de recuperação do edifício que vai acolher a unidade hoteleira, avançou ontem Gonçalo Rebelo de Almeida, director de vendas e marketing da Vila Galé. “Será difícil abrir antes do campeonato do mundo”, disse Gonçalo Rebelo de Almeida, explicando que a obra esteve embargada devido à queda de um muro de uma antiga construção, quando se iniciaram os trabalhos no terreno. “O projecto do Rio de Janeiro arrancou mas embargaram-nos a obra porque começámos a mexer no terreno e houve uma queda de um muro de um edifício antigo. Neste momento, está praticamente tudo resolvido e devemos começar as obras dentro de uma ou duas semanas. Não vai ser fácil abrir o hotel antes do campeonato do mundo de futebol mas, de qualquer maneira, ainda mantemos a previsão de abrir em 2014”, explicou o responsável ontem, durante um cocktail promovido pelo grupo na BTL – Feira Internacional de Turismo. O Vila Galé Rio de Janeiro vai motivar um investimento de 30 milhões de euros, ficando inserido num antigo palacete localizado na Bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, e vai contar com 289 quartos e suites, biblioteca, SPA com ginásio, duas salas de massagem e jacuzzi, piscina exterior e Centro de Convenções com sete salas. I.M.

(Visited 1 times, 1 visits today)