Visabeira pré-qualificada para abrir hotel no Mosteiro de Alcobaça

No concurso lançado em Maio último pelo Governo, a Visabeira Turismo foi a única candidata a criar uma unidade de quatro ou cinco estrelas no Mosteiro de Alcobaça, num investimento de 15 milhões de euros.

A notícia é avançada pelo Diário Económico na sua edição online que revela ainda que a Visabeira Turismo tem até meados de Dezembro para apresentar uma proposta para a concretização do investimento que ocupará o Claustro do Rachadouro no Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça.

Após a apresentação do projecto, que deverá rondar os 80 quartos, a Secretaria de Estado da Cultura, que deu ordens à Direcção Geral do Património para lançar o concurso, espera ter a aprovação da UNESCO, já que o Mosteiro está classificado como Património da Humanidade, e assinar contrato no início de 2016 com os potenciais investidores.

O Diário Económico avança ainda que a concessão do Claustro do Rachadouro e jardins envolventes tem uma duração de 50 anos.

De recordar que o grupo Visabeira Turismo passou este mês a gestão da Casa da Ínsua para o grupo espanhol Paradores, e prepara-se para abrir uma unidade em Ílhavo sob a chancela Montebelo, outra em Maputo e em 2017 em Lisboa.