Visitar S. Tomé já não requer visto

O governo de São Tomé e Príncipe decidiu isentar os cidadãos da Europa e dos Estados Unidos da América da obrigatoriedade de vistos de entrada no país, desde que a visita dure um “período não superior a 15 dias”.
A medida foi já publicada em comunicado do Conselho de Ministros são-tomense, no qual se refere que a isenção de vistos de entrada e permanência “pelo mesmo período” é concedida também a cidadãos de “quaisquer outros países, desde que disponham cumulativamente de um passaporte com validade superior a três meses e de um visto válido “Schengen” ou nos Estados Unidos”.
A isenção de vistos apenas entrará em vigor após os Ministérios dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, da Administração Interna e da Economia e Cooperação Internacional de São Tomé apresentarem um projecto de regulamentação da medida agora aprovada, o que se prevê que demore cerca de um mês.
M.F.