Vítor Fraga: PENT é ?completamente inútil? para os Açores

O secretário Regional do Turismo e Transportes dos Açores, Vítor Fraga, considerou ontem que, no que a esta Região Autónoma se refere, o novo PENT é ?completamente inútil?. Vítor Fraga falava durante a apresentação do XXXIX Congresso da APAVT que vai realizar-se na Ilha Terceira, em Dezembro. Na sua intervenção, Vítor Fraga falou dos diversos produtos turísticos dos Açores, nomeadamente dos que ?marcam a identidade? para considerar que o caminho que há que continuar a trilhar no sentido de ter nos Açores ?um sector turístico sustentável, gerador de riqueza e contribuinte activo para a manutenção e criação de postos e trabalho? tem que ser percorrido em conjugação de esforços porque, afirmou, ?o sucesso só se atinge em conjugação plena de esforços?, uma realidade que ?alguns ainda não perceberam?. E colocou «o dedo na ferida» ao considerar que ?se às vezes se erra por desconhecimento ou ignorância, outras há em que é por manifesta incompetência ou mesmo má fé?. E foi nesta qualidade de erros que colocou o que aconteceu com a revisão do PENT na parte que se refere aos Açores. Lembrando que os responsáveis e agentes turísticos da região deram o seu contributo ?para corrigir erros primários? a nível dos produtos ou dos mercados, afirmou que ?o Governo da República fez questão de ignorar praticamente a totalidade dos nossos contributos, não justificando o porquê dessa atitude?. Com esta postura, disse Vítor Fraga, o governo ?transformou o PENT, que poderia ser importante para todos, num documento inútil no que aos Açores diz respeito?. Numa crítica ao Governo da República, responsável frisou ainda que ?nos Açores não trabalhamos assim?, antes é seguido um caminho de colaboração entre todos os intervenientes ?aproveitando os contributos e o saber daqueles que têm um conhecimento profundo sobre os assuntos em discussão?. M.F.