Vítor Neto eleito presidente do Conselho Geral da Universidade do Algarve

Vítor Neto acaba de ser eleito Presidente do Conselho Geral da Universidade do Algarve (UAlg), substituindo, assim, Luis Magalhães.

O Conselho Geral da UAlg é composto por 35 membros, dos quais 18 são representantes dos professores e investigadores, seis representantes dos estudantes, um representante dos funcionários não docentes, e 10 personalidades externas com conhecimentos e experiência relevantes para a Academia.

De realçar que compete ao Conselho Geral a definição da estratégia de desenvolvimento da instituição e a decisão sobre todos os aspectos decisivos relacionados com a gestão da Universidade, nomeadamente a eleição do reitor.

Vítor Neto, que já havia sido membro do anterior Conselho Geral, realçou o seu conhecimento e experiência no que diz respeito ao funcionamento das universidades e das preocupações dos alunos, funcionários e professores.

O novo presidente destacou “o papel muito importante que a Academia desenvolve na região, mas que na sua opinião pode ainda ser maior no relacionamento com toda a estrutura económica e social do Algarve”, para acrescentar que “neste novo desafio procurarei atrair para a UAlg outras forças económicas e sociais da região, que ajudem a valorizar o nosso trabalho”.

Natural de S. Bartolomeu de Messines, Vítor Neto foi secretário de Estado do Turismo nos XIII e XIV Governos, entre Novembro de 1997 e Abril de 2002, e sucessivamente deputado à Assembleia da República. Empresário e gestor, é presidente do grupo empresarial ‘Teófilo Fontainhas Neto’ com actividades nas áreas da agroindústria (exportação), distribuição, turismo e imobiliária. É presidente da Associação Empresarial do Algarve e da comissão organizadora da BTL, vice-presidente da AIP e membro da Direção da CIP-CEP (Confederação Empresarial de Portugal). Conferencista, articulista, colabora com várias instituições na área do turismo e com a OMT, tendo sido membro do seu Conselho Estratégico (2001-2008). É cônsul honorário de Itália, no Algarve. Em 2005 foi condecorado pelo Presidente da República Jorge Sampaio, com a Ordem do Infante D. Henrique, Grau Grande Oficial. Foi também condecorado, em 2016, com uma das Medalhas do Turismo pela Região de Turismo do Algarve.