XIII Convenção da GEA reuniu em Viseu 40% das empresas do Grupo

Naquela que, segundo Pedro Gordon, director-geral da GEA Portugal, foi a maior Convenção alguma vez realizada em Portugal, reunindo cerca de 40% das empresas que constituem o agrupamento, o responsável falou também dos indicadores que, até 31 de Agosto, foram muito satisfatórios para as agências GEA.

Realizada no fim-de-semana em Viseu, a XIII Convenção do Grupo GEA juntou “mais de 200 agentes de viagens” representativos de “130 empresas”, qualquer coisa como “um pouco mais de 40% das agências do grupo”, o que fez dela “até à data, a Convenção do Grupo com maior adesão”, conforme sublinhou à imprensa, o director-geral da GEA Portugal, Pedro Gordon.

Os números constituem factor de grande satisfação principalmente porque, por um lado, sublinhou Gordon “temos ainda um número significativo de agências pequenas” e, por outro, é reflexo de que as agências “estão muito envolvidas, motivadas, dinâmicas” e, sobretudo “muito interessadas em saber o que se está a passar e o que se vai passar no futuro imediato”.

Para o director-geral da rede de agências independentes, é o próprio panorama económico que dá alento aos agentes de viagens para desenvolverem mais actividades e novas iniciativas já que, ao nível do consumo “vivemos um momento feliz” embora “não eufórico”.

Isso mesmo é reflectido pelas vendas do grupo que, a 31 de Agosto eram “francamente satisfatórios”, com aumentos de “20% no top12 dos operadores” que representam “mais de 90% dos pacotes vendidos pelas agências GEA”. No que se refere a reservas hoteleiras, o aumento até à mesma data mas no Top6 dos operadores, “atingiu os 19%”.Bastante positivo é também o facto de “o preço por passageiro estar a manter-se, mesmo no caso das Caraíbas”, sublinhou o responsável.

O director-geral da GEA Portugal adiantou ainda, em conversa com os jornalistas, que os destinos com maior facturação são Caraíbas e Algarve e o top5 dos operadores é constituído por Soltour, Soltrópico, Nortravel, Jolidey e Solférias. Neste grupo, o maior crescimento foi protagonizado pela Jolidey (+32%). No computo geral dos operadores, o maior aumento foi protagonizado pela egoTravel: +500% para cerca de 1 milhão de euros, principalmente assente nas vendas para os destinos Tropea, em Itália, e Agadir, em Marrocos.