1º semestre: Receitas turísticas na Tunísia ascendem a 430M€

Nos primeiros seis meses do ano, as receitas turísticas na Tunísia situaram-se nos 430,3 milhões de euros, um aumento de 24,4% face ao mesmo período do ano anterior.

De acordo com últimos dados da actividade turística no país, os europeus estão a regressar em força ao destino, voltando a ser o primeiro mercado emissor. Até 30 de Junho, o primeiro mercado para a Tunísia, o francês, com mais de 302 mil turistas, mas também o alemão e russo cresceram, ao novel de entradas, 50%, 60% e 48% quando comparados com o primeiro semestre de 2017.

No que diz respeito a dormidas, foi também o francês que gerou mais noites no país, com um aumento de 70%, seguido do russo (+59% e dos alemães (+50%). Só os franceses já foram responsáveis por 1,2 milhões de noites.
Das seis regiões tunisinas mais turísticos, Djerba vem à cabeça tanto ao nível de chegadas como de dormidas, seguindo-se Sousse e Hammamet.

Após ter sido duramente afectada pelos ataques terroristas em 2015, o turismo na Tunísia, uma das suas maiores fontes de receita, começa a acelerar, estimando atingir os oito milhões de turistas internacionais no final deste ano.