27º Festival de Turismo de Gramado superou expectativas

A 27ª edição do Festuris – Festival de Turismo de Gramado, que encerrou domingo naquela cidade do estado do Rio Grande do Sul, no Brasil, saldou-se por um balanço muito positivo tendo em conta a crise que se vive no país e o impacto que está já a ter no turismo. Com um crescimento de 3% face ao ano anterior, conforme disse Eduardo Zorzanello, um dos directores do Festival, o certame superou mesmo as expectativas.

A feira “apresentou um crescimento de 3%, inclusive aumentou de área no Pav.2” onde se realizou pela primeira vez e “com muito sucesso”, o Festuris Gastronomia. Quanto a visitantes, disse Eduardo Zorzanello, um dos directores do Festival que apresentou o balanço da feira, “alcançámos o que esperávamos, os 14 mil visitantes” ligados ao trade turístico, com uma média de “7 mil visitantes / dia”, sendo que cerca de “36% dos visitantes vieram este ano pela primeira vez ao Festuris”

Considerada a maior feira da América Latina em volume de negócios, o Festuris, sublinhou o responsável, deverá gerar, durante o ano de 2016, um total de 212 milhões de reais em negócios (um pouco menos de 52 milhões de euros a cambio actual). Porque a média de visitantes com poder de decisão foi bastante importante, o director do Festuris destacou que “quem está vindo para Gramado está vindo para fazer negócio, o que é muito bom para nós”.

De sublinhar igualmente que o impacto directo para a economia de Gramado e região envolvente foi de 14 milhões de reais (cerca de 4 milhões de euros), com a “média de ocupação hoteleira no período da feira a atingir uma média de 4 dias”.

“Num ano extremamente difícil, em que enfrentamos uma crise muito séria no aspecto financeiro, no aspecto moral e no aspecto da credibilidade, podemos dizer que nos tivemos que nos esforçar pelo menos em dobro para conseguirmos superar-nos a apresentar estes números muito positivos, que são muito concretos e científicos”, concluiu Eduardo Zorzanello.

Outro dos directores do evento e também sócio da empresa organizadora, Marcos Rossi, sublinhou o sucesso das inovações tecnológicas que o Festuris apresenta a cada ano que passa porque “no Festuris nunca tivemos medo de inovar”. Depois de no ano passado ter sido estreada a ferramenta Buyers Club que permitia o agendamento de reuniões na feira, este ano foi introduzido um novo aplicativo que permitia ter toda a feira num smartphone.

Já Marta Rossi, outra das sócias da empresa responsável pela organização do Festuris, destacou o facto de toda a equipa do Festival “vestir a camisola”, pelo que foi a eles que dedicou o sucesso do evento.

*O Turisver.com esteve em Gramado a convite do Festuris e da TAP