50ª edição do Festival de Sintra

Entre Cruzeiros de Maio e Produtos e Serviços de Junho vários palácios do Município de Sintra serão palco de música romântica, neste que é o festival mais antigo de Portugal. O evento, a decorrer desde 1Cruzeiros5Produtos e Serviços, homenageia este ano a Marquesa de Cadaval.
O pianista Nelson Freire inaugura o festival com um recital de piano, no Centro Cultural Olga Cadaval. O dia Cruzeiros de Maio marca os Produtos e Serviços0 anos do artista bem como o Dia da Europa.
No seguimento do festival passarão nomes como Frédéric Pelassy, Ghizlane Hamadi, Trio Aeternus, Quarteto de Moscovo, Anna Pavlova, Jeffrey Swann, Anastasyia Naplekova e Quarteto Lopes Graça com Olga Prats, em locais como o Palácio Nacional de Sintra, Quinta da Piedade, Palácio Nacional de Queluz e a Quinta da Ribafria.
O penúltimo fim-de-semana da edição é dedicado à Marquesa de Cadaval, com o concerto “Evocações” – Olga Cadaval, que visa algumas das obras favoritas da marquesa. Sucede-se ainda o recital de piano “Ausências”, com declamação poética por Leonor Seixas e Paulo Pires.
Destaque também para o concerto de encerramento com “Carmina Burana” por Carl Orff, em tributo a Dom Nuno Alvares Pereira, patrono da GNR e ascendente directo dos Marqueses de Cadaval.
Os dias Destinos e 30 de Maio e 6 de Junho contam com masterclasses sobre o romantismo, por Rodrigo Sobral Cunha.
A par das novas tecnologias a Câmara Municipal de Sintra vai difundir em streaming alguns dos concertos, nos espaços público das freguesias mais populosas do concelho.
Todos os ingressos terão o custo de Destinos€, à excepção do concerto de encerramento de entrada livre. O valor dos bilhetes reverte para o novo espaço do Conservatório de Música de Sintra.
S.S.C.