9Hotel Mercy em Lisboa apresenta conceito inovador de bar

O 9Hotel Mercy, na Rua da Misericórdia em Lisboa, que abriu portas no início deste ano, inaugura um novo conceito de bar – o Double 9 – um Tea Cocktail Bar com dois ambientes distintos: durante o dia é uma casa de chá moderna e, ao fim da tarde/noite, um cocktail bar com cocktails à base de infusões e de chá.

“Achámos que renovar este espaço era prioritário, nomeadamente para servir de sala de pequenos-almoços dos nossos hóspedes e, pensámos que ter um bar diferente, que chamasse as pessoas da cidade para dentro do hotel e as pessoas do hotel para o bar, fazia todo o sentido. No entanto, como não temos experiência na área de bares, decidimos fazer uma parceria com uma empresa do ramo”, disse ao turisver.com, a directora do hotel, Isabel Ferraz.

A responsável precisou que “não é um bar de hotel, até porque queremos quebrar esse estigma, mas um bar que está junto do hotel”, com ligação directa à recepção da unidade, mas com entrada independente.

A Normajean, agência de publicidade especializada na criação de fenómenos culturais que estabeleçam relações emocionais entre as marcas e os consumidores, foi responsável pelo conceito criativo do Bar Double9 e terá a seu cargo a dinamização do espaço.

A operacionalização do conceito de Tea Cocktail Bar resulta da parceria técnica com a Liquid Consulting, consultores na área de cocktails, que desenvolveram a carta de cocktails, que conta com 18 variedades.A unidade de 4 estrelas, reconstruído em 2012 e comprado pelo grupo 9Hotel Collection em Janeiro de 2015, está localizado num edifício histórico na principal artéria do Chiado, e vai ao encontro dos princípios fundamentais para a localização de espaços do grupo, ou seja hotéis de charme renovados e conceitos originais, no centro das cidades da Europa. O 9Hotel Mercy  contou com a intervenção da empresa de arquite tura Miguel Saraiva e da designer de interiores de renome Nini Andrade da Silva.

O 9hotel Mercy, o primeiro do grupo em Lisboa, é um lifestyle hotel elegante e contemporâneo, com um serviço personalizado e um design de cariz urbano e acolhedor. Oferece 47 quartos divididos em cinco categorias: Classic, Premium, Deluxe, Prestige e duas suites, bem como o Cocktail Bar no piso térreo, Biblioteca e um Rooftop Bar com uma vista deslumbrante para a cidade velha e para o Castelo de São Jorge. A unidade não tem restaurante, uma opção do proprietário, uma vez que a oferta na zona é vasta.

De acordo com Isabel Ferraz a unidade “está no mapa com óptimos resultados, excelentes ocupações e a acompanhar a tendência do mercado e dos hotéis do centro de Lisboa. Passámos a fazer parte da oferta de 4 estrelas boutique no centro da cidade”.

Os bons resultados estão à vista, disse a directora do hotel, que deverá fechar o ano com uma ocupação de 71%, quando no ano anterior foi de 54% (ainda com os antigos proprietários) e a facturação subiu 11,5%. Mais de 20% dos hóspedes são franceses, seguindo-se os mercados alemão, inglês, canadiano e norte-americano. O preço médio net praticado, sem pequeno-almoço nem IVA, situa-se nos 123 euros. Se no passado as reservas via site se situava nos 7%, Isabel Ferraz indicou que neste momento está nos cerca de 15%.