A4E insta Estados-Membros a coordenar reabertura de fronteiras da UE

A Airlines for Europe pede aos governos que reabram as fronteiras da União Europeia de forma coordenada, de modo a reestabelecer a liberdade de circulação de movimentos aos cidadãos tão depressa quanto possível.

Para a abordagem coordenada solicitada pela Associação, os Estados-Membros devem fazer o reconhecimento mútuo dos regulamentos de saúde e segurança a nível europeu, para evitar medidas como quarentena, “que são altamente disruptivas para os viajantes e vão impedir uma recuperação rápida da indústria das viagens e turismo na Europa”.

Assim, em linha com a sua Reconnect Strategy, a A4E pede às autoridades nacionais que ajam com total transparência e método, e que se coordenem com companhias aérea para implementar as orientações da Comissão Europeia, que pedem por um restabelecimento da liberdade de movimentos de forma coordenada e baseada em conselhos e factos científicos.

Tendo em conta as férias de Verão que se aproximam, “os viajantes precisam de tanta garantia quanto possível de que podem viajar com segurança”, assevera Thomas Reynaert, managing director da A4E. “Para isso, nós Estados-Membro temos de implementar procedimentos coordenados e consistentes e medidas em todos os aeroportos europeus”, elucida o responsável.

À medida que as companhias aéreas começam a retomar gradualmente as suas operações nas próximas semanas, autoridades nacionais e da União Europeia “devem procurar uma abordagem global e coordenada às medidas de saúde e segurança, tanto a bordo dos aviões como em terra – com padrões consistentes em todo o sector”, afirma a Associação em comunicado.