ABTA destaca Madeira como destino de férias para 2019

A Associação dos Agentes de Viagens Britânicos (ABTA) colocou a Madeira numa lista de 12 principais destinos turísticos em destaque para o ano 2019.

O anúncio foi feito terça-feira em simultâneo com a apresentação do relatório de tendências da ABTA – Travel Trends – em Londres, evento que contou com a presença da Associação de Promoção da Madeira esteve presente.

A definição desta lista é feita de uma forma independente pelos especialistas da ABTA e baseia-se numa série de factores como grandes eventos e celebrações, destinos que estão a ressurgir com novidades ou locais que estão na moda.

A Madeira é apresentada como “uma ilha conhecida por acolher visitantes exigentes durante anos, atraídos pelo seu clima ameno, paisagem acidentada e exuberante”. Refere ainda que a ilha vem ganhando cada vez mais “a reputação para férias de aventura e actividades, como o BTT, canyoning e escalada nas suas paisagens dramáticas”. Conclui com uma referência às levadas, afirmando que a Madeira é atravessada por trilhos de montanha, os quais oferecem fantásticas oportunidades de trekking, com passagens por longos túneis e ravinas profundas.

Para Roberto Santa Clara, director executivo do Bureau de Promoção da Madeira, “esta distinção surge num momento importante quer pelo posicionamento referido pela ABTA para a Madeira que poderá atrair novos visitantes, quer pela notoriedade que gera para o destino”, para indicar que “sendo o Reino Unido um dos nossos maiores mercados emissores é, sem dúvida, uma enorme mais-valia para o destino”.

Paralelamente, e “sendo a Madeira conhecida e visitada pela sua exuberante natureza, é de realçar que a principal tendência apontada pela ABTA para 2019, no seu relatório Travel Trends, é a sustentabilidade dos destinos, como motivação dos consumidores britânicos”, realçou Roberto Santa Clara.

Refira-se que a ABTA é uma das principais associações de agentes de viagens e operadores turísticos no mundo e reúne cerca de 1.200 agentes de viagens britânicos.