Accor Hotels cresce 34,2% no primeiro trimestre de 2019

A receita consolidada dos primeiros três meses de 2019 da Accor Hotels totaliza os 987 milhões de euros, num crescimento de 34,2%, comparativamente ao período homólogo de 2018, com um crescimento like-for-like de 8,8%.

O RevPAR aumentou 1,6%, com performances diferentes consoante a região, com o grupo a antecipar um crescimento de cerca de 3% do RevPAR no ano fiscal de 2019. A Europa apresentou um crescimento de RevPAR de 3,3% nos primeiros três meses do ano, enquanto a Ásia-Pacífico registou uma queda de 0,6%. O RevPAR em África e Médio Oriente cresceu 0,7%, registando um crescimento de 2,1% na América do Norte, Central e Caraíbas, e de 11,2% na América do Sul.

As mudanças no âmbito da consolidação (aquisições e alienações) tiveram um impacto positivo de 176 milhões de euros (+23,9%). Os efeitos cambiais tiveram também um impacto positivo, de 11 milhões de euros, atribuídos à depreciação do euro face ao dólar. Durante os três primeiros meses do ano o grupo inaugurou 71 hotéis, um total de 8.300 quartos. Assim, no final de Março o pipeline do grupo totalizava os 1.135 hotéis, com 200.000 quartos, dos quais 78% se localiza em mercados emergentes e 50% na região da Ásia-Pacífico.

Sébastien Bazin, presidente e CEO da Accor Hotels afirma que “num ambiente macroeconómico turbulento, o desempenho do grupo neste primeiro trimestre destaca a eficácia da nossa transformação e solidez da nossa estratégia”. “Alcançámos um crescimento de negócio sustentado, em linha com os novos objectivos a médio prazo”, continua, para acrescentar: “continuamos a fortalecer o nosso pipeline, com uma parcela cada vez maior de hotéis de luxo, que geram tarifas mais altas por quarto”.