AHP aplaude medidas do Governo para a hotelaria

A AHP manifestou o seu agrado relativamente às medidas anunciadas pelo Governo, com destaque para a alteração à portaria do lay-off simplificado. Tendo em conta o momento que se vive, a AHP abre a todos os hoteleiros uma página de informação específica.

Para o presidente da Associação da Hotelaria de Portugal, Raul Martins, as primeiras medidas anunciadas pelo Governo “estavam desajustadas à realidade da hotelaria” tanto porque o montante de 200 milhões de euros da linha de financiamento era  “manifestamente insuficiente” como porque o “lay-off simplificado” também não estava pensado para o sector. “Estarmos 3 meses à espera que as receitas baixassem 40% face ao período homólogo era inviável. Significava o fim imediato de muitas empresas hoteleiras”, justifica.

“Sabemos que o Governo está fortemente empenhado em apoiar as empresas e o emprego e a alocar o máximo de recursos possíveis, gerindo a situação progressivamente”, frisa Raul Martins que considera que “as linhas abertas, no valor de mais de mil milhões de euros, são testemunho da preocupação e atenção dada ao Turismo”.

O presidente da AHP diz também esperar que “se forem necessárias outras medidas e ajustamentos, possamos também ter resposta célere da tutela do Turismo” e que “a resposta da Segurança Social na operacionalização do apoio seja célere”.

Com muitos associados a encerrarem progressivamente as suas unidades, e para que possa continuar a dar resposta às suas preocupações, a AHP preparou um conjunto de FAQs, bem como uma linha específica de atendimento (telemóvel e endereço de e-mail).

Adicionalmente, e tal como o Turisver.com noticiou oportunamente, foi criada uma página aberta a todos, especialmente com informação mais dirigida para comunidade hoteleira – covid-19.hoteis-portugal.pt -, para a divulgação dos principais documentos e orientações, também da própria AHP.