Aigle Azur declara falência

Na sequência de uma disputa entre accionistas, a companhia aérea francesa decidiu declarar-se insolvente, afirmando contudo que voos e passageiros não serão afectados.

Foi uma nota interna, partilhada na manhã de segunda-feira, 2 de Setembro, que anunciou a declaração de falência da Aigle Azur, que afirma estar a enfrentar “sérias dificuldades”. Após um período de seis a oito semanas, a companhia aérea procura vender uma participação total ou parcial a potenciais compradores.

O comunicado fala de falta de confiança e deterioração do clima social, após um golpe do accionista minoritário Gérard Hua, detentor de 19% do capital, que trocou de CEO. A Aigle Azur é, de momento, novamente liderada por Frantz Yvelin, apoiado pelo Grupo HNA que detém uma participação de 49%, juntamente com o David Neeleman (32% do capital).