Air Malta renova política de cancelamentos

A companhia aérea Air Malta, representada em Portugal pela ATR, passou a oferecer maior flexibilidade para os voos cancelados devido ao Covid-19. Na base estão vouchers para viagens futuras.

A companhia aérea maltesa anunciou três novas opções para todos os clientes que viram o seu voo cancelado devido à pandemia. Os novos termos oferecem mais flexibilidade e valor aos clientes na forma de vouchers de viagem que variam de créditos futuros a um adicional de 30% do valor da tarifa adquirida. Estas opções são permitidas apenas uma vez por reserva.

A opção “Reservar a sua viagem” permite ao cliente alterar o destino (se o voo for originário de Malta) e escolher uma data no prazo de 12 meses a contar da data do voo original, gratuitamente. Além disso, é oferecido um voucher de viagem de 20€ para cada voo e passageiro reservado a todos aqueles que escolherem esta opção. Este voucher de viagem é válido por 12 meses a partir da data de emissão em qualquer voo operado pela Air Malta. É totalmente transferível e não reembolsável.

Se o cliente ainda não souber quando poderá viajar, pode escolher a opção “Salve a sua viagem” que lhe oferece um adicional de 30% do valor do preço da tarifa original (excluindo impostos e taxas). Também neste caso os vouchers têm a validade de 12 meses a partir da data de emissão em qualquer voo operado pela Air Malta, sendo totalmente transferíveis e não reembolsáveis.

A última opção é para “Viagem mais tarde”. Também neste caso o voucher de viagem é válido por 12 meses a partir da data de emissão em qualquer voo operado pela Air Malta, além de ser intransferível e totalmente reembolsável. Se não for usado, dentro do prazo de um ano, o passageiro pode solicitar um reembolso do voucher de viagem no último mês da sua validade.

Pode consultar mais informações sobre estas opções no site da Air Malta.