Aldeia Histórica de Trancoso recria Feira de São Bartolomeu

No âmbito de mais um evento do ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa”, a Aldeia Histórica de Trancoso vai recriar, durante três dias, uma das feiras mais importantes da Idade Média, inspirada num auto de Gil Vicente.

“Vou-me à Feira de Trancoso” é o convite que as Aldeias Históricas de Portugal fazem aos visitantes no fim-de-semana prolongado de 5 a 7 de Outubro. Estão prometidas visitas teatralizadas, cenários nocturnos, gastronomia, animação de rua, e muita, muita festa!

Trata-se do nono evento do ciclo “12 em Rede | Aldeias em Festa”, que durante todo o ano leva a cultura e a animação às 12 Aldeias Históricas de Portugal.

Desde os primeiros séculos da nacionalidade que a Feira de São Bartolomeu tinha grande popularidade e era tão marcante para a região que os reis de Portugal lhe concediam uma protecção especial, com grandes regalias e privilégios. De tal forma que, no século XVI, Gil Vicente aludiu à feira de Trancoso no Auto de Mofina Mendes (“Vou-me à feira de Trancoso… E farei dinheiro grosso”, diz a protagonista).

Durante três dias, a Aldeia Histórica de Trancoso vai reviver esta tradição centenária e lembrar acontecimentos, figuras e cenas do quotidiano, que marcaram a importância da feira de Trancoso ao longo dos tempos. Para além do bulício do mercado, da animação, jogos e música tradicional, à noite as visitas teatralizadas possibilitam experiências singulares, com cenários de luz e escuridão. A gastronomia terá também um papel de destaque, com a prova de novas receitas baseadas na tradição.

O acesso à festa é livre e gratuito. Quem quiser ficar mais dias na região pode aproveitar um pacote especial de alojamento, com preços atractivos, disponível em https://bit.ly/2NHqsQU.