Algarve Nature Week de 2017 marcada para 5 a 14 de Maio

A edição de 2017 da Algarve Nature Week, um dos maiores eventos dedicados ao turismo de natureza em Portugal, vai ter lugar entre os dias 5 e 14 de Maio, promovendo um rol variado de actividades ao ar livre e estadias em unidades de alojamento local por toda a região algarvia.

Enquadrada na Algarve Nature Week, a Mostra da Natureza – espaço de exposição de empresas de animação turística, produtores locais e outras entidades-, também já tem data e local escolhido. Irá decorrer de 5 a 7 de Maio, na zona recentemente requalificada das Quatro Águas em Tavira, um local privilegiado que conjuga os elementos água, terra e ar, ideais para a prática de actividades ao ar livre. Depois de Faro e Loulé, o objectivo da RTA é levar, ao longo dos anos, a Mostra da Natureza a cada um dos 16 concelhos algarvios.

A RTA, que acaba de revelar os resultados da segunda edição da iniciativa, faz um balanço positivo, com um crescimento generalizado quer em termos de participantes e visitantes, quer ao nível das empresas que se associaram à iniciativa. Em 2016, foram 68 as empresas a participar na Algarve Nature Week, entre agentes de animação turística, unidades de alojamento e agências de viagens, o que representou um aumento de 30% face ao ano anterior. A Mostra da Natureza, que decorreu no Passeio das Dunas, em Quarteira, contou com 67 expositores e 8000 visitantes, mais 2000 do que em 2015, ano de estreia da ANW. Para 2017, o intuito é manter o conceito da mostra com uma aposta crescente nas empresas de animação turística e produtores locais.

“Para esta próxima edição, queremos trabalhar com maior antecedência de modo a criar as melhores condições para as empresas participantes, de forma a que os resultados sejam os melhores em termos de vendas, gerando, consequentemente, uma maior procura por este produto turístico e pelo próprio destino. Pretendemos também sensibilizar todos os intervenientes para a importância de colaborarem e trabalharem em conjunto, criando uma oferta estruturada e organizada pois só assim conseguiremos aportar mais valor à nossa oferta turística”, revela Desidério Silva, presidente da RTA.