“Altice Forum Braga é o retrato do presente e do futuro de Braga”

A afirmação foi proferida pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que presidiu terça-feira, à cerimónia de inauguração do Altice Fórum Braga, equipamento que abriu portas em finais de Abril para colocar a cidade de Braga na rota dos grandes eventos culturais, económicos e desportivos, nacionais e europeus.

Antes que a banda norte-americana 30 Seconds to Mars subisse ao palco na noite de 11 de Setembro, o Altice Forum Braga teve a sua cerimónia de inauguração, com a presença do Presidente da República e do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, entre outras personalidades.

O equipamento com que Braga pretende seguir na rota dos grandes eventos e afirmar o seu futuro na área do turismo de negócios mereceu elogios do Presidente da República que destacou o “mérito excepcional de uma iniciativa que não é local, não é regional e não é nacional. É de vocação universal”, afirmando ainda que “o novo Altice Forum Braga é o retrato do presente e do futuro de Braga”

“Nós sabemos que Braga sempre foi história, património, cultura, religião, raízes, vivência, determinação e sentido de comunidade. Mas conhece nos tempos recentes a entrada numa nova era, num novo ciclo. Quer constituir um salto qualitativo”, disse ainda Marcelo Rebelo de Sousa, avançando que o novo equipamento “tem de contribuir para aproximar e fortalecer o tecido social” porque “estes são desafios para Braga e também para Portugal, que tem de manter ambição em crescimento, exportações, emprego, investimento, redução da divida e combate à pobreza e injustiças sociais”.

Para Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga, “o Forum Braga é o motor para uma nova etapa da vida cultural e económica da cidade”, um equipamento que “representa o colmatar de um ciclo na estratégia da InvestBraga, que acrescentou mais economia, mais saber, mais empreendedorismo, mais riqueza, e que tem vindo a reforçar o ecossistema assente nos vectores do conhecimento, gestão, empreendedorismo e na internacionalização”.

Já o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, em declarações à Agência Lusa, sublinharia que “uma infra-estrutura como o Forum vai dar condições a Braga para se afirmar no mapa dos grandes eventos, sejam de natureza cultural, desportiva ou económica, a nível nacional, já que tem a segunda maior sala de espectáculos do país, mas também no mapa da euro-região, com grande ênfase para o Norte de Espanha”.

Inspirado na herança romana da capital do Minho, o Forum Braga, que nasceu da total reconversão do antigo Parque de Exposições de Braga e resultou de um investimento na ordem dos 9 milhões de euros, por parte da Câmara Municipal e da InvestBraga, alberga a segunda maior sala de espectáculos de Portugal, logo a seguir ao lisboeta Altice Arena, um centro de congressos com capacidade para 1.454 pessoas sentadas, um pavilhão que pode acolher até 12.000 pessoas em concerto e 5.000 em formato de congresso, uma galeria e zona exterior para mais de 20.000 pessoas e uma área para exposições com mais de 300 stands. A estes espaços somam-se salas de reuniões de dimensões variadas e modulares, além de diversas zonas de acolhimento, foyers e camarins.

Dotado de uma rede de sinalética digital e cobertura wi-fi em todas as suas áreas, o Forum Braga conta ainda com uma galeria de arte, um restaurante, self-service e cafetaria, várias lojas e bares, espaços para arrendar e um parque de estacionamento com mais de 600 lugares.

Aberto ao público desde o final de Abril, o Altice Forum Braga já recebeu mais de 40 eventos e mais de 100 mil visitantes.