ARPT Centro de Portugal revelou estratégia para o triénio

Internacionalização, aumento de dormidas e receitas, capacitação dos empresários e captação de investimentos são alguns dos objectivos da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal para o próximo triénio. Os novos órgãos sociais tomaram posse esta sexta-feira, 1 de Fevereiro.

Após a tomada de posse, que teve lugar em Viseu, Pedro Machado traçou os principais objectivos da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal para o triénio 2019-2021, vocacionados para a internacionalização. Estes passam, em primeiro lugar, pela “capacitação dos empresários”.

De acordo com Pedro Machado, “as agências regionais de promoção turística devem ter como missão impulsionar a capacitação dos empresários. As metas que a região tem alcançado, com o aumento de dormidas e de receitas, devem-se ao esforço dos seus empresários e a ARPTC tem criado um clima de confiança que possibilita que tal aconteça”. Assim, adiantou, “nos próximos três anos, é preciso que esse esforço continue, assim como é necessário prosseguir o trabalho de captação de investimentos, numa agenda partilhada com as empresas e os empresários”.

Outro objectivo passa pela “consolidação do crescimento”, com Pedro Machado a sublinhar que “não temos turismo a mais no Centro de Portugal. A estada média e a taxa de ocupação estão abaixo da média nacional, pelo que há trabalho a fazer aqui. Podemos e devemos continuar a crescer, alargar as dormidas a todo o território, aumentar as receitas e combater a sazonalidade, garantindo turismo durante o ano inteiro”.

O responsável afirmou igualmente ser fundamental que “a actividade turística seja factor de coesão económica e social, que as comunidades sintam que a vinda de turistas é uma mais-valia”.

Para que os objectivos sejam alcançados, a estratégia de internacionalização assenta, segundo Pedro Machado, em cinco tipologias de produtos turísticos: o “touring”, de visitas ao património histórico e cultural da região; o turismo religioso; o mar e surf; o turismo activo e desportivo, com o cycling e o walking e a captação de eventos internacionais; e o turismo de negócios e congressos.

É a seguinte a composição dos órgãos sociais da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal, para o triénio 2019-2021:

Direcção
Presidente – Pedro Machado – Entidade Regional de Turismo Centro de Portugal
Vice-presidente – Jorge Almeida “Loureiro” – AHRESP

Vogais
José Arimateia – Empreendimentos Turísticos Montebelo – Sociedade de Turismo e Recreio SA
Luís Veiga – NATURA IMB HOTELS
Alexandre Marto Pereira – Fátima Hotels Group
Cristina Durães – Hotel Moliceiro
João Tomás – Casas da Senhora da Estrela – Turismo Rural Lda.
Luís Miguel Sousinha – Hotel Maré – António Carepa Sousinha & Filhos Lda.
Maria Salomé Costa – Aveiro City Lodge / The Bohemian Place – Sonetos d’Avenida – Actividades Hoteleiras, Lda
Vítor Leal – Termalistur – Termas de S. Pedro do Sul
Vítor Gonçalves – APAVT

Suplentes
Nuno Alegre – Alegre Hotel – Alegre Hotel Bussaco
Rui Anastácio Henriques – Letras e Borboletas – Ecoturismo Lda.

Mesa da Assembleia-Geral
Presidente – Paulo Faria Fernandes – Grupo NOV Turismo, E.H. Hotéis e Turismo SGPS, S.A.
Secretário – João Romão de Faria e Sampaio – Marialvamed Turismo Histórico e Lazer Lda – Casas do Coro TER
Vogal – Alexandre Pereira de Almeida – Hotéis Alexandre d’ Almeida, Lda

Conselho Fiscal
Presidente – Margarida Ferreira dos Santos – Hotel Grão Vasco
1.º Vogal – Victor Claro – Sociedade Marialvotel, Lda.
2.º Vogal – Hélder Edgar Almeida – Restaurante Muralha da Sé – Hélder Edgar Almeida, Unipessoal Lda.
Suplente – Pedro Pedrosa – Y Travel Lda. – Empresa de Animação Turística e Agência de Viagens e Turismo