Assinado Protocolo para Turismo Médico atingir mais de 100M€ por ano

O Protocolo de cooperação para a promoção internacional da oferta portuguesa de Turismo Médico pretende criar condições para que, até 2025, este segmento turístico possa atingir um volume de negócios anual superior a 100 milhões de euros.

Incluído na Estratégia de Turismo 2027 como um activo emergente, o Turismo Médico começa a ser reconhecido internacionalmente, e, ao apresentar potencial de crescimento, pode ser encarado como um pólo de desenvolvimento do país. É também uma das áreas contempladas no Pacto de Competitividade e Internacionalização da Saúde, assinado a 26 de Março entre a área governativa da Economia e o Health Cluster Portugal.

O Protocolo para Turismo Médico foi assinado pelo presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, presidente da AICEP, Luís Castro Henriques, presidente do Health Cluster Portugal, Salvador de Mello, e pelo presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada, Oscar Gaspar, na manhã de 18 de Dezembro. A cerimónia de assinatura foi presidida pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, acompanhado pela secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.