Atrasada a abertura de 40 unidades hoteleiras em Barcelona

Devido à suspensão da concessão de licenças para alojamento turístico em Barcelona, decretada pela autarca Ada Colau no passado dia 2 de Julho, os hotéis que se encontram à venda na cidade subiram até os 15% e 40 projectos para novos hotéis foram suspensos.

Juan Gallardo e Roger Serrallonga, responsáveis pelo estudo “Informe del mercado de hoteles de Barcelona” apresentado no dia 29 de Julho, prevêem ainda que se notará uma subida na venda de propriedades e casas para uso turístico, com licença em vigor.

De 2009 a 2013 foram adicionados em média 900 novos quartos ao plano hoteleiro de Barcelona, por ano. Em 2014 o número de aberturas foi de 589. Desta forma, e com Colau a afirmar que a exploração turística de Barcelona atingiu um “ponto de saturação”, 40 novos projectos encontram-se parados, durante o ano em vigora a suspensão.

Contudo, a medida não trouxe o aumento da taxa de ocupação hoteleira, esperado por alguns hoteleiros. Verifica-se sim o crescimento do uso turístico de habitações sem licença. Assim, os consultores prevêem que esta medida não consiga limitar o número de turistas em Barcelona, acrescentando que muitos deles chegam à cidade de comboio ou cruzeiro, não chegando a pernoitar.

S.S.C.