TAP: Estado com 50% e direito de veto mas privados mantêm gestão executiva

por Em Aviação Bloco 3

Foi assinado sábado em Lisboa o memorando do entendimento com a Atlantic Gateway que assegura ao Estado o controlo estratégico da empresa. Através deste acordo, o Estado fica 50% da empresa e o consórcio com 45%, uma vez que 5% do capital ficará nas mãos dos trabalhadores. A gestão executiva continua a ser privada, mas o poder público tem direito de veto.

Ler mais