Concorrência não põe entraves à compra da TAP pela Atlantic Gateway

por Em Aviação Bloco 3

Para a Autoridade da Concorrência a venda de 61% do capital da TAP à Atlantic Gateway “não cria entraves significativos à concorrência” nas rotas intercontinentais. Esta é a esta entidade que cabe a decisão sobre a venda da TAP ao consórcio formado por David Neeleman e Humberto Pedrosa, depois da UE ter concluído não ter jurisdição para avaliar o negócio ao abrigo das regras europeias para as fusões e ter incumbido a Autoridade da Concorrência portuguesa de o analisar.

Ler mais