BA renova frota e despede-se do B767

A British Airways (BA) despediu-se de um dos aviões mais icónicos da sua frota, o Boeing 767, classe de aparelho que entrou para a frota da companhia aérea e fez mais de 425 mil voos comerciais.

Esta alteração acontece quando a British Airways acaba de receber o 30º Boeing Dreamliner 787, o mais recente avião da sua frota. Além de ser 40% mais silencioso, o Dreamliner também consome menos 20% de combustível do que outros aviões de tamanho semelhante. Isso significa uma redução nas emissões de dióxido de carbono e óxido de nitrogénio. Contudo, o B787 não é o único modelo a ser adicionado à frota. No final do ano, a companhia irá receber outro avião pioneiro, o seu primeiro Airbus A350, no âmbito do investimento de 4,5 mil milhões de libras nos próximos cinco anos.

Frankfurt foi a rota que mais utilizou o B767, em que o avião completou cerca de 15 mil voos de ida e volta. No entanto, também realizou rotas de Abu Dhabi para Calgary e Nova Iorque. Embora estes aviões tenham sido maioritariamente utilizados para viagens de longo curso, nos últimos anos foram reconfigurados para realizar trajectos de médio curso, incluindo para Atenas e Lárnaca, bem como algumas rotas internas.