Barómetro do Turismo: 2016 vai trazer resultados superiores a 2015

Esta é a opinião da maioria dos especialistas que constituem o painel do Barómetro do Turismo do IPDT. As conclusões do inquérito revelam também que o índice de confiança no desempenho do sector do turismo se mantinha, em Dezembro, num dos mais elevados índices de sempre.

Inquiridos sobre as perspectivas que se abrem ao turismo nacional em 2016, a grande maioria dos elementos que constituem o painel do Barómetro do Turismo do IPDT aponta para que o ano que agora se inicia seja melhor que 2015. Ao todo, são 67,8% das respostas a apontar para uma melhoria em termos dos resultados globais do turismo em 2016, com 1,2% a admitir mesmo que eles possam vir a ser “muito melhores”. No pólo oposto, apenas 26,2% das respostas aponta para um desempenho idêntico ao registado em 2015.

O índice de confiança médio no desempenho do sector do turismo atingiu, em Dezembro de 2015 os 77,8 pontos, um decréscimo de 2,9 pontos face ao último registo observado em Setembro. Esta foi a primeira vez que o índice de confiança médio registou decréscimo desde Novembro de 2012, apesar de continuar a manter-se num dos níveis mais elevados de sempre, com 77,8%.

Inquirido sobre o desempenho do turismo nacional no ano que findou, nomeadamente no que se referiu ao desempenho realizado na promoção interna e externa, o painel considerou maioritariamente que ele esteve dentro das expectativas. Em termos do investimento na promoção interna, 60,7% dos inquiridos considerou que esteve dentro das expectativas e 28,6% considerou que as expectativas foram ultrapassadas. Mesmo assim, para 10,7% dos inquiridos o investimento na promoção interna ficou aquém das expectativas.

Por sua vez, o desempenho face ao investimento em promoção externa foi considerado pelos respondentes do Barómetro como dentro das expectativas por 53,6 dos inquiridos, enquanto 36,9% consideram que estas foram ultrapassadas. Neste caso, apenas 9,5% dos respondentes diz que ficou aquém do esperado.