Barómetro IPDT: agentes do sector vêem com “bons olhos” um Ministério do Turismo e Cultura

A maioria dos inquiridos (48%) pelo Barómetro do Turismo do IPDT mostrou-se agradada com a ideia da criação de um Ministério que una Turismo e Cultura no próximo Governo. Mesmo assim, 28% mostrou-se contrário à ideia.

À aproximação de eleições Legislativas e da formação de um novo Governo, vem sempre à toma a ideia de o Turismo poder/dever ter um Ministério. A questão foi desta vez abordada pelo Barómetro de Turismo do IPDT e das respostas dadas pelos inquiridos, conclui-se que a eventual criação de um Ministério do Turismo e Cultura é bem vista pela maioria dos respondentes, com 48%. Mesmo assim, 28% é contrário à ideia, enquanto um quarto dos inquiridos é indiferente.

A reter igualmente é o facto de o nível de confiança médio no desempenho do sector do turismo ter atingido, em Outubro, 78 pontos, um ligeiro acréscimo face ao último registo observado em Maio. Os membros do painel mostram-se confiantes mas apontam o dedo à instabilidade internacional, designadamente ao Brexit, ao acordo Erdogan/Trump e a uma possível recessão alemã, pedindo algumas cautelas no que toca a perspectivas de futuro para o sector.

Nos próximos seis meses o painel prevê um aumento do investimento privado, a par de uma diminuição da carga fiscal e do endividamento das empresas. Estimam, no entanto, que o investimento público, a procura turística externa e a actividade turística venham a ter um pior desempenho.

O Barómetro regista também que mais de metade dos 162 inquiridos, acredita que o Natal e fim de ano vão ser idênticos aos imediatamente anteriores em dormidas, número de turistas e receitas, tanto ao nível do mercado interno como do externo.

No que diz respeito à avaliação do verão de 2019, mais de 40% dos inquiridos acredita que o desempenho do turismo nacional tenha sido melhor no que diz respeito a número de turistas, dormidas e receitas.

O Barómetro do Turismo é um projecto do IPDT lançado em 2006 que conta com a participação de profissionais e líderes das principais empresas e instituições do sector do turismo nacional.