Boeing retoma produção de aviões comerciais a partir de 20 de Abril

A Boeing vai retomar a produção de aviões comerciais nas suas instalações em Puget Sound, EUA, de forma faseada, entre 20 e 24 de Abril, interrompendo assim a suspensão imposta como resposta ao Covid-19.

Aproximadamente 27.000 trabalhadores regressarão aos seus postos de trabalho nas instalações de Puget Sound, para a produção de aviões dos programas 747, 767, 777 e 787. O regresso dos trabalhadores à produção de aviões comerciais neste local decorrerá de forma faseada, entre os dias 20 e 24 de Abril.

Por outro lado, as instalações da Boeing na Carolina do Sul continuam, por enquanto, encerradas. A fabricante aeronáutica norte-americana continua, também, a trabalhar para a retoma do programa 737, e o reiniciar da produção do 737 MAX a curto-prazo, embora este tipo de avião continue a estar retirado do espaço aéreo.

Em todas as suas instalações, a empresa tem tomado medidas de precaução extra e instituído procedimentos de segurança para manter os seus trabalhadores a salvo na luta contra a propagação do Covid-19. “A saúde e segurança nos nossos trabalhadores, as suas famílias e comunidades é a nossa prioridade”, explica Stan Deal, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes.