Britânica Flybe entra em liquidação

A britânica Flybe anunciou esta quinta-feira que cessou a sua actividade, com efeito imediato, e entrou em liquidação judicial. A companhia aérea regional justificou a situação como sendo consequência do surto do novo coronavírus.

“Todos os voos estão suspensos e as actividades no Reino Unido cessaram com efeito imediato”, anunciou a empresa, que há pouco mais de um mês tinha recebido apoio financeiro do Governo britânico.

Na mesma nota, a companhia britânica informou os seus passageiros de que não poderia organizar voos alternativos e pediu aos funcionários da empresa e credores que entrem em contacto com a administração.

A empresa contava com mais de 2.000 funcionários e transportava cerca de oito milhões de passageiros por ano, sobretudo dentro do Reino Unido, mas também para França, Alemanha, Irlanda, Holanda, Suíça, Itália e Luxemburgo.

Em Janeiro, o Governo britânico aceitou adiar o pagamento de 106 milhões de libras (124 milhões de euros) que a Flybe devia em impostos, e os accionistas tinham-se comprometido a injectar mais fundos.