BTL 2020 cresce “para além das expectativas”

Na edição de 2020 da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa “vamos ter os quatro pavilhões da FIL completamente cheios, com uma área exterior coberta para a gastronomia, o que nos indica que a BTL cresceu bastante para além das nossas expectativas”, atesta Dália Palma, gestora da BTL.

Com contas ainda por fazer, a responsável, numa apresentação da BTL decorrida em Lisboa esta quinta-feira, avançava que “com o espaço todo cheio é natural que o número de expositores aumente”. Ainda assim, a configuração da feira mantém-se semelhante à da edição passada. “Vamos ter novos destinos, mais companhias áreas, novas cadeias hoteleiras, mais equipamentos e serviços, mais câmaras municipais”, reforça, para acrescentar que “este ano vamos ter uma BTL com muitas novidades”.

Uma destas novidades é o crescimento da área internacional em 28%, com cerca de 18 novos destinos, entre os quais a Nigéria, Gâmbia, Chile, Irão, Eslováquia e República Checa e os estados brasileiros do Rio de Janeiro, Pará e Alagoas. Contará ainda com o regresso da Polónia, Namíbia, Guiné-Bissau e de regiões espanholas como as Ilhas Canárias e Castela e Leão. Para Dália Palma, “Portugal está na moda e a economia portuguesa está a melhorar, pelo que os destinos internacionais têm interesse em promover-se cá”.

A gestora da BTL considera que a feira “continua a ser para o trade uma oportunidade para promover o destino Portugal lá fora, através do nosso programa de Hosted Buyers”, que em 2020 contará com 300 hosted buyers e com uma aposta no mercado norte-americano. “O ano passado 52% dos hosted buyers eram da Europa e queremos agora abrir novos mercados”, remata.

Por fim, Dália Palma, deu também destaque à área BTL Enoturismo, que terá este ano um espaço próprio que contará com a presença de cerca de 35 empresas, e também à novidade BTL Festivals. Esta nova aposta vai contar com a presença de entre 15 a 20 festivais e com um palco para actuações, à semelhança da BTL Cultural. Na noite de sábado, 14 de Março, acolherá a gala da quinta edição dos Iberian Festival Awards, com a presença de aproximadamente 600 pessoas.

Quanto ao processo de convites por parte dos expositores, o processo digital implementado em 2019 manter-se-á em 2020. “Para o período de profissionais tínhamos muitos visitantes que não eram profissionais, durante os três primeiros dias, e a entrada desta nova plataforma permitiu verificar a veracidade desses visitantes”, esclarece Dália Palma. “Tentámos ser rigorosos e não defraudar os nossos expositores com a presença de visitantes não profissionais no período para profissionais, foi esse o nosso objectivo”, conclui.