BTL Festival será novidade na Bolsa de Turismo de Lisboa 2020

A entrega de prémios aos melhores stands da BTL 2019 marcou também a “despedida” de Fátima Vila Maior da direcção da feira e a passagem de testemunho para Dália Palma, a quem coube dar o “pontapé de saída” para a edição de 2020 da Bolsa de Turismo de Lisboa.

O reforço da BTL Cultural que se iniciou na edição deste ano com a parceria estratégica da Fundação Calouste Gulbenkian e a continuação da BTL Lab que este ano contou com um espaço de startups e outro dinamizado pela Amadeus com as Amadeus Talk, são já certezas para a edição de 2020 da Bolsa de Turismo de Lisboa.

O que também foi anunciado por Dália Palma foi o reforço da BTL Enoturismo e a estreia da BTL Festival, com promotores dos festivais e com conteúdos. A feira vai também voltar a apostar no segmento de Meetings Industry e continuar a sua aposta no programa de Hosted Buyers, garantindo a propósito que “queremos trazer mais buyers a Portugal”.

Fátima Vila Maior, que na ocasião passou o testemunho da gestão da Bolsa de Turismo de Lisboa a Dália Palma, vai agora assumir um novo desafio ao ter responsabilidades sobre todas as feiras da FIL, como directora de Negócios e Conteúdos da Lisboa Feiras, Congressos e Eventos ou, como ela própria prefere dizer, de forma sucinta, “directora de Negócios da FIL”.

Depois de tantos anos ligada ao turismo por via da feira que em Portugal o celebra, Fátima Vila Maior admitiu que deixar a BTL não vai ser tarefa fácil porque “o turismo é um sector de que todos nós gostamos”, porque “a BTL, entre as feiras que organizamos, é muito importante” e porque “ao longo destes últimos cinco anos tive a oportunidade de criar bons amigos neste sector”.