Cabo Verde prevê atingir um milhão de turistas até 2021

Cabo Verde quer atingir um milhão de turistas estrangeiros por ano até 2021, crescer em receitas por turista acima da média dos principais concorrentes, chegar 2021 no top 30 dos países mais competitivos do mundo em matéria de turismo (neste momento é o 86º) e top 5 em África, alinhar a fiscalidade no turismo com os principais concorrentes e criar um ambiente de negócios de excelência.

Esta é a convicção do ministro cabo-verdiano das Finanças, Olavo Correia, que refere que o seu governo compromete-se ainda a reforçar e consolidar o modelo dominante do Turismo Sol, Praia e Mar, em colaboração com os operadores no sector. “Vamos adoptar uma estratégia de extensão turística, dando especial atenção ao desenvolvimento de novos segmentos como Turismo de Montanha/Ecológico, de Cruzeiro e de Eventos/Negócios.

Eliminar as principais fraquezas do turismo cabo-verdiano em sede de segurança, requalificação urbana, saneamento, promoção internacional do destino, capacitação dos recursos humanos e unificação do mercado interno. Reforçar a articulação Turismo e a Segurança, visando criar um ambiente onde o turista e os operadores se sentem seguros. Bem como, atingir novos mercados, entre eles, o mercado russo”, avançou Olavo Correia.

O governo elegeu o Turismo como “a área estratégica” para a economia cabo-verdiana e definiu que Cabo Verde cresça a nível de 7% ao ano.

O governante realçou ainda que a política do turismo será “recentrada numa nova dimensão e qualidade, com o fito de ultrapassar o conceito sectorial e atinja a multi-especialização da economia cabo-verdiana”, sendo que um novo Plano Estratégico Nacional para o Turismo que garanta a concretização dos objectivos propostos, também constitui uma das prioridades deste governo para o sector, que vai apostar ainda no Turismo da Era Digital e da Inovação, pelo que “será implementado um Sistema de Business Intelligence no Turismo em parceria com o centro de competências do Estado em matéria de sistemas de informação”.

Cabo Verde recebe hoje mais de 500 mil turistas e isso representa uma receita bruta de 33 milhões de contos e cerca de 20 por cento do PIB. A previsão para 2016 é ultrapassar largamente os 600 mil turistas, já que no primeiro semestre o país teve um acréscimo de cerca de 40 mil turistas. Reino Unido, Alemanha, Bélgica/Holanda e Portugal são os principais países emissores de turistas para Cabo Verde.