Carlos Moedas: “O Turismo deve ser visto como força transformadora”

O comissário europeu, Carlos Moedas, defendeu esta quinta-feira em Lisboa que o Turismo na Europa e o no mundo “deve ser visto com força transformadora”, e que vale a pela discutir “aquilo que o turismo pode fazer para termos um mundo melhor”.

O comissário europeu, que foi keynote speaker na IV Cimeira do Turismo Português, organizada pela Confederação do Turismo de Portugal (CTP), realçou a importância do turismo na Europa que representa 10% do PIB, gera 10% do emprego, que nos próximos 10 anos englobará mais de 50 milhões de postos de trabalho, e que até 2020 chegarão à União Europeia 800 milhões de visitantes.

Mas na opinião de Carlos Moedas, o turismo deve ser visto muito mais do que economia e do que números. “Apesar do olhar positivo”, o turismo deve ser analisado “como grande impulsionador da inovação, como instrumento da diplomacia económica, e como factor da sustentabilidade do nosso planeta e como catalisador do entendimento entre os povos”.

Outras questões abordadas pelo comissário europeu têm a ver com a capacidade da indústria do turismo na inovação não tecnológica, mas também na digital que considerou ter entrado “tão rapidamente no turismo, porque é uma actividade aberta”, bem como o seu papel na mudança da indústria da aviação comercial.