Falta de mão-de-obra no turismo do Algarve preocupa AHETA

por Em Associativismo Bloco 3

A falta de mão-de-obra “em quantidade e qualidade para responder às necessidades empresariais do sector hoteleiro e turístico constitui um dos maiores problemas estruturais do Algarve na actualidade”, considera a AHETA, que está preocupada com esta situação porque, o facto “de o turismo ser uma actividade de pessoas para pessoas, faz com que o factor humano desempenhe, neste sector económico, um papel muito mais crucial e decisivo do que em outras actividades económicas, nomeadamente no que se refere à qualidade dos serviços prestados”.

Ler mais