Bernardo Trindade: futuro será feito com menos aviões, menos rotas e menos companhias aéreas

por Em Bloco 3 Destinos

A forma como Portugal abordou a pandemia e o serviço pelo qual é reconhecido são, para Bernardo Trindade, um “bom ponto de partida” para a retoma turística do país, mesmo que não se consiga prever quando vai acontecer. Importa que o sector se adeqúe à nova realidade, que se construa uma “nova relação de confiança” com os clientes e que novas e antigas realidades possam coexistir em harmonia.

Ler mais

Luís Correia da Silva: “Retoma vai ser mais lenta do que o previsto”

por Em Bloco 3 Destinos

Apesar do alerta, Luís Correia da Silva, que foi secretário de Estado do Turismo nos anos de 2003 e 2004, acredita que a necessidade de fazer férias está enraizada e não vai terminar. Considera, por isso, essencial, que não se deixe perder a “oferta fantástica e competitiva” que o país tem enquanto destino turístico e que se invista numa comunicação clara de Portugal como destino seguro.

Ler mais

Vítor Neto: “É necessária uma estratégia global para o país”

por Em Bloco 3 Destinos

Acreditando que “o turismo vai continuar a ser um sector muito importante na economia”, o ex-secretário de Estado do Turismo, Vítor Neto, advoga que tem que haver uma “batalha pela importância do Turismo na economia” e defende uma “estratégia global do país” dentro da qual seja depois apresentada a diversidade dos nossos territórios. Sobre os impedimentos à entrada de pessoas oriundas de Portugal, diz que esses países “estão a defender os seus interesses”.

Ler mais

Alexandre Relvas: “É fundamental apoiar empresas estruturais como a TAP”

por Em Bloco 3 Destinos

Para Alexandre Relvas, ex-secretário de Estado do Turismo, o futuro do turismo poderá começar a ser jogado em 2021 mas há ainda muitos “ses”. Fundamental é que Portugal saiba comunicar-se como destino seguro, que as empresas, nomeadamente as estruturais, sejam apoiadas, que se invista na digitalização, saúde e segurança, sejam criados produtos específicos para o mercado interno e se aposte na formação.

Ler mais

Licínio Cunha: Turismo precisa de Plano de Recuperação e Reorientação

por Em Bloco 3 Destinos

Para o ex-secretário de Estado do Turismo, Licínio Cunha, é impossível, por enquanto, prever quando a actividade turística vai recuperar dos efeitos da pandemia mas acredita que essa recuperação vai acontecer desde que se salvem empresas e empregos. Para isso afirma ser necessário estabelecer, o mais rápido possível, um Pano de Recuperação e Reorientação de médio e longo prazo.

Ler mais