Chefs Michelin fazem viagem gastronómica ao Alentejo

Entre 4 e 7 de Dezembro, a região do Alentejo vai ser anfitriã de uma viagem gastronómica que traz a Portugal chefs de restaurantes premiados pelo Guia Michelin, degustadores de azeite e críticos gastronómicos internacionais.

Com o objectivo de dar a conhecer o azeite alentejano no seu estado puro e como ingrediente essencial da dieta mediterrânica, esta viagem é organizada pelo CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo, no âmbito do projecto “Promoção do Azeite do Alentejo nos Mercados Externos”. O objectivo deste projecto é contribuir para o aumento das exportações, dar visibilidade a este produto, dinamizar a economia da região e conferir maior competitividade ao sector.

Este tour gastronómico conta com a presença, entre outros, de Geovane Carneiro, braço direito de Alex Atala e chef executivo do restaurante brasileiro D.O.M. (duas estrelas Michelin), Ian Doyle, headchef no Oaxen Krog na Suécia (duas estrelas Michelin), Emanuel Tärnqvist do Alöe na Suécia (uma estrela Michelin), e Jeff O’Neill do Substans na Dinamarca (uma estrela Michelin). Os 12 participantes são proveniente de cinco mercados estratégicos para o azeite do Alentejo, em concreto Brasil, EUA, Canadá, Dinamarca e Suécia.

A viagem gastronómica conta também com a presença do norte-americano Curtis Cord, sommelier profissional de azeites, editor do portal Olive Oil Times e presidente do concurso mundial NYIOOC – New York International Olive Oil Competition.

À semelhança da edição anterior, decorrida em Abril passado, o programa inclui visitas a olivais e lagares, provas de azeite e degustações de pratos, inspirados e harmonizados com azeites do Alentejo, região onde se produz 78% do azeite em Portugal (campanha 2017/2018). Simultaneamente, no lounge premium da TAP, no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, decorrerá uma acção de degustação dos azeites do Alentejo.

O projecto “Promoção do Azeite do Alentejo nos Mercados Externos” é co-financiado pelo Alentejo 2020, no âmbito do Programa Operacional Regional do Alentejo. O investimento total é de 320.682 euros, dos quais 256.546 euros são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).