Compra de viaturas pelas rent-a-car acelerou em Setembro

Só a aquisição de veículos novos por parte das associadas da ARAC registou um aumento de 44% face a Setembro do ano passado.

De acordo com dados divulgados sexta-feira pela ARAC, o conjunto das empresas suas associadas que se dedicam à actividade de aluguer de curta duração (veículos ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros) adquiriu, no mês de Setembro, um total de 2.636 veículos face aos 1.827 comprados no período homólogo do ano anterior, o que reflecte um crescimento de 44% face a 2018.

“O rent-a-car continua a afirmar-se de forma clara como o maior comprador de veículos automóveis novos em Portugal, registando no mês de Setembro aquisição de 2.339 veículos ligeiros de passageiros e 297 veículos ligeiros de mercadorias”, sublinha a Associação.

Por via disso, frisa ainda a ARAC, o rent-a-car é um sector decisivo para a modernização do parque automóvel nacional até porque após a utilização dos veículos por estas empresas, muitos deles são recolocados no mercado como veículos de ocasião, ou seminovos, substituindo-se assim veículos antigos por outros mais recentes, com motores mais eficientes e amigos do ambiente.

O maior mercado das empresas de rent-a-car continua a ser o turismo, responsável por cerca de 60% do seu volume de negócios.