Cuba na BTL para “fortalecer vínculos” com os operadores portugueses

Cuba vai uma vez mais estar presente na Bolsa de Turismo de Lisboa, que se realiza de 13 a 17 de Março na FIL. Um dos objectivos é “fortalecer vínculos” com os operadores turísticos portugueses, tendo em conta a importância do mercado luso para aquele destino.

Na BTL, Cuba vai estar representada pela sua Embaixadora em Portugal, Mercedes Martínez, pelo Conselheiro de Turismo para Espanha e Portugal e por representantes do Ministério de Turismo de Cuba e do operador turístico Guamá-Havanatur, bem como por representantes das cadeias hoteleiras Cubanacan, Meliá, Iberostar, Blue Diamond e Labranda.

Com a sua presença na BTL, Cuba pretende “fortalecer vínculos” com os operadores turísticos portugueses e “apoiar os voos charter” para os destinos cubanos. Durante a feira vão ser realizadas negociações já com vista às operações de 2020 e será dada nota das mais recentes aberturas de instalações e serviços assim como das novas linhas de negócios que podem ser trabalhadas com o Ministério de Turismo de Cuba.

Outro objectivo reside na promoção da Feira Internacional de Turismo de Cuba (FITCUBA) que vai ter lugar de 6 a 11 de Maio em Havana, cidade que está a celebrar os 500 anos da sua fundação.

Na nota enviada à nossa redacção, enviada pelos escritórios de Turismo de Cuba para Portugal e Espanha, “o mercado português continua a ser de grande importância para o turismo cubano” tendo, em 2018, os fluxos de turistas portugueses para Cuba aumentado 16,59% face ao ano anterior. O destino pretende agora conseguir um maior posicionamento em Portugal apostando na diversificação de produtos. Mergulho, náutica, natureza, caminhadas, circuitos, cidades patrimoniais, eventos e incentivos, bem como turismo cultural e de saúde, são algumas das apostas.