Diamantino Martins distinguido pelos Portuguese Brazilian Awards

O director geral da Pólis, Diamantino Martins, acaba de ser distinguido pelos Portuguese Brazilian Awards 2016, em cerimónia que decorreu esta terça-feira no Castle Hotel & Spa, em Nova Iorque.

“Foi um dia muito especial, e um prémio com um sabor a vitória, porque o recebo no ano em que comemoro os 20 anos da Pólis e vejo assim o meu trabalho reconhecido no estrangeiro, ainda por cima em Nova Iorque”, afirmou Diamantino Martins, para acrescentar que “recebo este prémio que tem esta ligação fortíssima com o Brasil a 3 meses de completar a minha viagem nº 100 ao Brasil”.

A iniciativa que se originou do prémio “Brazilian Awards”, que durante 7 anos se tornou referência em toda a comunidade brasileira nos EUA, veio juntar-se, em 2014, à comunidade portuguesa para homenagear os grandes nomes da cultura e dos negócios do Brasil e Portugal nos EUA.

O primeiro Portuguese Brazilian Awards, teve lugar em 2014, na sede das Nações Unidas e no ano seguinte foi realizado no maior complexo de teatros dos EUA, o Lincoln Center, em Nova Iorque.

Grandes nomes do Brasil, Portugal e EUA já receberam este prémio, como os novelistas Rui Vilhena e Aguinaldo Silva, o director de novelas português Hugo de Sousa, o apresentador José Figueiras, o cineasta Ruben Alves, o actor Diogo Morgado, os manequins Sara Sampaio e os irmãos Jonathan e Kevin Sampaio, a Chefe Luisinha Fernandes, o cantor norte-americano recentemente falecido Billy Paul e a cantora Gloria Gaynor.